Mectimax 3 Mg com 4 Comprimidos Antiparasitário Agener

Mectimax 3 Mg com 4 Comprimidos Antiparasitário Agener

Marca: AgenerModelo:Modelo Referência: 226

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 
MECTIMAX 3 MG


INDICAÇÃO:
Tratamento de infestações por helmintos (Ancylostoma caninum, Toxocara canis, Trichuris vulpis, Dypilidium caninum), carrapatos (Rhipicephalus sanguineus), sarna demodécica (Demodex canis), sarna sarcóptica (Sarcoptes scabei) e sarna otodécica (Otodectes cynotis) em cães. Em gatos, o produto é indicado no tratamento da sarna otodécica (Otodectes cynotis).

POSOLOGIA E MODO DE USAR:
Cães:
Administrado via oral
-Sarna sarcóptica, otodécica, anti-helmíntico e carrapaticida: 1 vez a cada 7 dias.
-Sarna demodécica: 1 vez ao dia. Ou a critério do Médico Veterinário.
Duração do tratamento:
-Sarna sarcóptica, otodécica, anti-helmíntico e carrapaticida: 2 administrações.
-Sarna demodécica: 60 dias. Ou a critério do Médico Veterinário.
Dosagem:
- Sarna demodécica: 1 comprimido de 3 mg para cada 5 Kg de peso
- Sarna sarcóptica, otodécica, carrapaticida e anti-helmíntico: 1 comprimido de 3 mg para cada 15 kg de peso

Gatos:
Administrado via Oral
-Sarna otodécica: 1 vez a cada 7 dias.
Duração do tratamento
- Sarna otodécica: 2 administrações.
Dosagem
Sarna otodécica: 1 comprimido para cada 10 Kg

FÓRMULA:
Cada 125 mg contém:
Ivermectina...3 mg
Excipiente q.s.p ...125 mg

CONTRAINDICAÇÕES:
Não utilizar medicamentos com o prazo de validade vencido.
Não utilizar em animais que apresentem hipersensibilidade a qualquer um dos componentes do produto.
Em animais com mutações genéticas no gene MDR1, que é o responsável pela metabolização de fármacos dependentes da glicoproteína P, poderá haver ineficiência de proteção à barreira hematoencefálica e, consequentemente, no caso das lactonas macrocíclicas como a ivermectina, haverá ligação ao GABAA e acúmulo do fármaco no sistema nervoso central (SNC), expondo o paciente a um alto risco de eventos adversos neurológicos. Dessa forma, em raças que apresentam alta incidência desta mutação, a ivermectina é potencialmente tóxica, e não deve ser utilizada.
As raças que possuem o uso contraindicado são: Collie, Pastor de Shetland, Border Collie, Sheepdog Inglês, Pastor Austra liano, Pastor Australiano Miniatura, Pastor Alemão, Pastor Branco Suíço Whippet, Wäller e nos cruzamentos destas raças.
O uso requer cautela em cães das raças Bearded Collie, Pastor da Anatólia, Galgo Inglês (Greyhound), Pastor Belga,Tervueren, Kelpie Australiano, Borzoi, Boiadeiro Australiano (Blue heeler/ Red heeler), Samoyeda, Silken Windhound, McNab, West Highland White Terrier e nos seus cruzamentos, já que também estão descritas como sensíveis ao fármaco.
Embora de ocorrência rara, pode haver sensibilidade individual às lactonas macrocíclicas em raças de cães e seus cruza mentos não descritos anteriormente.
Como as Ivermectinas são substâncias lipofílicas, recomenda-se cautela também no uso em pacientes com sobrepeso.
Efeitos adversos
Os efeitos adversos relacionados às lactonas macrocíclicas, como Ivermectina, são similares em cães, e geralmente estão relacionados ao sistema nervoso central.
Os seguintes efeitos adversos podem ser observados: desorientação, incoordenação, ataxia, tremores, convulsões, sialorreia, sonolência, depressão e/ou letargia, paralisia, alterações comportamentais, midríase, ausência de reflexos pupilares, cegueira, choque, coma e morte.
Embora incomum, vômito, diarreia e anorexia também já foram descritos como eventos adversos relacionados a esta classe farmacêutica.
Reprodução, gestação e lactação
O produto é contraindicado para filhotes de qualquer raça com menos de 6 semanas de vida e em cadelas em período de gestação ou lactação.
Superdosagem
Animais que receberam superdosagem de Ivermectina ou que desenvolveram sinais de toxicidade (alterações neurológicas, alterações no trato gastrointestinal e cardiovascular) devem receber tratamento suporte e sintomático. Medidas visando a eliminação ou a aceleração da excreção do fármaco, como lavagem gástrica, fluidoterapia ou laxativos salinos, podem ser recomendadas.
O uso de carvão ativado também pode ser considerado, visando diminuir a recirculação entero-hepática do fármaco, sendo que, melhores resultados são obtidos se a administração ocorrer logo após a exposição ao fármaco, portanto deve-se ter cautela com o procedimento em animais que já tenham desenvolvido sinais neurológicos, devido ao risco de aspiração.
Os sinais clínicos de intoxicação podem persistir por dias ou semanas, mas de forma geral, os efeitos colaterais desaparecem gradativamente após a suspensão do uso do fármaco ou até com a redução da dosagem.
No caso de suspeita de intoxicação, recomenda-se, além da suspensão da medicação, consultar um médico veterinário.

FONTE:
https://agener.com.br/produtos/pequenos-animais/antiparasitarios/mectimax/

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    TOPO